Notícias

Os 5 passos de como construir uma casa de forma correta e organizada

Postada em 27/08/2019 às 12:12:18

Compartilhar:

Os 5 passos de como construir uma casa de forma correta e organizada
Casa de férias ou moradia

Construir uma casa é realizar aquele sonho que estava guardado há muito tempo, como conseguir finalmente ter sua casa de campo, do jeitinho que você sempre esperou e com todos os detalhes imaginados ali no resultado final.
Por isso, é preciso cuidado na hora da construção e seguir os passos para que tudo saia como esperado e para que sua casa fique exatamente como você sonhou!
Abaixo, separamos algumas dicas importantes sobre esse assunto, extraídas de um e-book completo que você poderá baixar no final deste artigo. Confira!

Os passos para construir uma casa do jeitinho que você sonhou!

Sabemos que construir uma casa nem sempre é uma tarefa fácil, especialmente se você é novato nesse desafio. Mas é importante sabermos que esse processo, apesar de longo e cheio de detalhes, não precisa ser um bicho de sete cabeças e nem tirar o seu sono.
O mais essencial para o proprietário do imóvel é definir passos muito claros e saber o que deseja como resultado final. Assim, direcionar a construção será simples e mais rápido!
Separamos alguns passos que precisam ser pensados na hora de construir uma casa. Anote!

1- A localização e a estrutura do terreno

Loteamento

Já falamos aqui no blog sobre como escolher o terreno ideal para a sua proposta. Veja a matéria completa clicando aqui. Para relembrar, é muito importante que você saiba o quanto a escolha desse terreno irá interferir no seu projeto final.
Outro texto que fizemos diz respeito à Terraplanagem. Muita gente acredita que o terreno irregular possa ser um problema para a construção quando, na verdade, é possível construir casas incríveis em lugares íngremes. Tudo depende do que você espera como resultado final e da qualidade do projeto como um todo.
Nesse tópico, o que queremos enfatizar é a importância de se preocupar com dois fatores: a estrutura do local onde está o terreno e a localização de uma maneira mais ampla.
Ou seja, se preocupe se o condomínio ou bairro onde irá construir tem uma estrutura bacana, como luzes na rua, esgoto e etc, e se preocupe se a localização é a ideal para sua família. Em uma casa de campo, por exemplo, estar longe da cidade pode ser a melhor escolha!
Analise esses detalhes antes de fechar negócio e peça para o seu corretor ou corretora te ajudarem a decidir entre o que é mais benéfico para o seu projeto.

2- O projeto da sua casa

Projeto

Comprado o terreno, é hora de começar o projeto arquitetônico. É muito comum que as pessoas não acreditem que o projeto seja necessário ou que ele possa custar muito dinheiro à toa.
A verdade não é bem essa! Sem um projeto, você corre riscos grandes, como ter um imóvel diferente do que sonhou e gastar muito mais com imprevistos que poderiam ter sido evitados com estudo e análise do terreno.
Além disso, o projeto tem como objetivo principal evitar que você construa espaços sem necessidade e garantir que todos os cômodos tenham um tamanho perfeito para sua família.
Pense da seguinte forma: o metro quadrado tem um custo e esse custo pode ser reduzido quando evitamos construir espaços ociosos e focamos naquilo que realmente importa. Se o seu metro quadrado, por exemplo, custa R$1200,00 e você constrói um escritório desnecessário de 7,5, significa que foram gastos R$9000,00 em algo que não será utilizado.
O projeto visa evitar esse tipo de situação e a economia compensa o investimento nele.

3- Escolhendo um projeto de qualidade

Agora que já falamos da importância do projeto arquitetônico, é muito válido explicarmos como você pode definir o que é um bom projeto. Alguns detalhes valem ser citados:

  • Desenhos: Um bom profissional irá realizar os desenhos técnicos, conforme a profissão exige, mas também irá oferecer outras opções, como vídeos, perspectivas em 3D e ilustrações. Tudo para te ajudar a visualizar o projeto finalizado.
  • Informações: O projeto deve ser muito claro e com bastante informações para que nada fique de fora. Além disso, quanto mais detalhes, maior tem que ser o desenho, para que ninguém se confunda na hora de construir.
  • Representações gráficas: Ainda no que diz respeito a ser claro, o projeto precisa especificar muito bem o que são as paredes, janelas e todos os outros detalhes da construção. Tudo isso é muito importante para evitar as famosas falhas de interpretação, que podem causar desastres na construção.

4- Trâmites legais

Projeto aprovado, é hora de começar a obra. Mas antes, será necessário resolver os trâmites legais, ou seja, tudo aquilo que é preciso para que a obra saia do papel e passe a ser iniciada de fato. Vamos aos trâmites exigidos:

  • Alvará de Licença para Construção: O alvará é obtido na prefeitura da cidade onde a construção será realizada.
  • Carta de habite-se: No final da construção, é preciso obter a carta de habite-se também na prefeitura da cidade.
  • Certidão Negativa de Débitos: Documento obtido na Receita Federal e que tem o objetivo de comprovar que todos os impostos de incidentes sobre a mão-de-obra estão pagos.
  • Registro na Matrícula: É o registro adquirido no Cartório de Registros.

Com tudo em mãos, é hora de começar a construir uma casa incrível!

5- Escolha da mão de obra e fornecedores

mao de obra

Após todos os processo acima, chega o momento mais importante: escolher a mão de obra e quem ficará responsável por fazer com que o seu sonho se realize. Você pode contratar os funcionários por dia, por etapa ou por obra fechada.
Segundo especialistas, a melhor opção costuma ser por etapa ou por obra fechada. Na segunda, será necessário contratar um mestre de obras, que ficará responsável por todo o processo. Dicas:

  • Procure sempre por pessoas que já tenham feito outras construções e que você possa verificar de perto. Pergunte para os proprietários se houve algum atraso ou problema muito sério. É importante fazer isso para garantir que sua obra seja concluída da melhor forma possível.
  • Veja se vale mais a pena contratar por preço fixo ou por preço de custo, no que diz respeito aos materiais. Peça os dois orçamentos e compare. No preço fixo, você não tem o trabalho de intermediar, mas pode acabar pagando um pouco mais do que o previsto.
  • Sempre que puder, acompanhe a obra ou tenha um mestre de obras de confiança. Isso fará toda a diferença no resultado final!

Gostou das nossas dicas de como construir uma casa? São muitas informações e temos ainda mais no e-book completo. Baixe e descubra os segredos para ter uma construção perfeita!  Acesse clicando aqui

Capa 3d Livro A Casa De Campo Ebook E Book

 

 

Outras notícias

Newsletter

» Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.

WhatsApp On Line